sexta-feira, 25 de julho de 2014

25 de julho - Dia nacional do Escritor .



Dia do escritorO 'Dia do Escritor' foi instituído no dia 25 de julho de 1960 após o 'Primeiro Festival do Escritor Brasileiro', realizado pela União Brasileira dos Escritores, que na época tinha como presidente João Peregrino Júnior e Jorge Amado como vice (fonte: G1)

   Neste dia frio de julho, não deixaria de passar aqui para homenagear os nossos amados escritores que com suas palavras nos emocionam, apaixonam e conquistam cada um de seus leitores, afinal oque seria do mundo sem livros, Nada.
 
  Pedro Bandeira 


      Não poderia começar este post, sem falar dele "o Kara", sim com K , o homem tão conhecido por seus livros juvenis. Meu primeiro contato com o autor foi com o livro " O anjo da morte", da serie os Karas, eu me apaixonei pela leveza e genialidade dos livros, não precisa ser criança pra se divertir com as aventuras, vividas pela turma. Pedro Bandeira com suavidade insere em suas historias assuntos sérios desde ditadura até trafico de animais. Pra quem quiser conhecer os outros livros são : "A droga da obediência", "A droga do amor", "A droga de americana" e "Pântano de sangue".

 Jô Soares 


  Sim , Jô do "beijo do gordo" também é escritor de livros geniais, engraçados e intrigantes. Meu primeiro contato com o autor foi em  "As Esganadas", uma obra que me tirou muitas risadas e deixou alegria. Com seu bom humor, faz de detetives piadas, com mocinhos que enganam e confundem quem os procura, isso acontece em o Xangô de Baker Street, o livro onde o aclamado Sherlock Holmes e seu companheiro Dr. Watson visitam a terra das palmeiras e vivem ótimas aventuras. Vale a pena dar aquela conferida. 




Bruna Vieira 


    A blogueira do Depois dos quinze, lançou seu primeiro livro em 2012, livro de contos e cronicas que carrega o mesmo nome do blog, em 2013 o primeiro livro da serie meu primeiro blog De volta aos quinze, e este ano A menina que colecionava borboletas, e este ano na bienal de São Paulo lança De volta aos sonhos, que tem uma capa lindíssima. Não tive a oportunidade de ler o de volta aos quinze ainda, mas já li os contos apesar de não ter gostado muito vale a pena ler se é fã do blog. 

    A maneirinha que veio morar sozinha na cidade grande realizou seus sonhos, e continua na luta por eles. Bruna é um exemplo para todas as blogueiras. Criou o blog após uma desilusão amorosa, e com este mesmo blog viajou o mundo. 



    Das antigas temos Monteiro Lobato, autor do eterno Sitio do pica pau amarelo, e da boneca invocada Emília. Guimarães Rosa, autor de Vidas Secas, e São Bernardo que mesmo com aqueles livros chatos de vestibular que odiamos ler nos passa a mensagem de forma leve sobre a triste realidade do Sertão do Brasil.
      Claro que a lista é gigantesca com Paula Pimenta, Paulo Coelho, mas estes não tive muito contato até agora. Então não poderia falar muito.  Me sinto mal por ver que consumimos tantos livros estrangeiros e esquecemos de ler os nossos brasileirinhos, eles também merecem nossa atenção, com obras tão boas, que devemos ler pelo menos uma vez na vida. 

                                                     Feliz dia do autor, comemore lendo.
                                                               Beijos Gabi.